Arquivo

Archive for maio \06\UTC 2011

Acordo entre Brasil e Canadá favorece empresas de TI

6 de maio de 2011 Deixe um comentário

quinta-feira, 5 de maio de 2011, 18h21

As micro e pequenas empresas que atuam no desenvolvimento de software e serviços vão poder expandir a capacidade de produção. Esse é o principal objetivo do acordo assinado entre a Riosoft, agente do programa Softex do governo federal no Rio de Janeiro, e a École de Technologie Supérieure (ÉTS), de Quebec, no Canadá.O diretor executivo da Riosoft, Benito Diaz Paret, disse nesta quinta-feira, 5, que o ponto central é a norma internacional ISO/IEC 29110, cujo foco são as micro-organizações. O Brasil, por meio da Riosoft, participa do grupo de trabalho WG24, criado no âmbito da ISO para discutir o assunto. Os projetos pilotos nessa área estão sendo desenvolvidos pela École de Technologie Supérieure, do Canadá.”Para nós, a importância é que a gente vai conseguir aprender a trabalhar com micro-organizações, com menos de 20 pessoas. Porque esse não é o modelo que a gente tem hoje em dia no Brasil. Nós estamos trabalhando cada vez com empresas maiores”, disse Paret. Ele acredita que esta será uma boa oportunidade, sobretudo para o Rio de Janeiro, porque permitirá que as empresas do setor de tecnologia da informação e comunicações (TIC), que são em sua maioria de pequeno porte, sejam atendidas, “organizando melhor seus processos de produção e desenvolvimento de software”. O diretor da Riosoft considera que esse é o grande ganho, “além do ganho político de a gente liderar um processo que vai ser o processo do futuro”.

O acordo insere o Brasil entre os membros da rede mundial de centros de suporte para micro-organizações Global Network of Very Small Entities (VSE) Support Centers. “Para nós, isso é fundamental”, afirmou Paret. A rede mundial já conta com a participação da Bélgica, do Canadá, da Finlândia, França, Irlanda, Colômbia, de Luxemburgo e da Tailândia.

O trabalho já vinha sendo desenvolvido pela Riosoft e, agora, ganhou respaldo institucional, esclareceu Paret. Na próxima reunião programada para este mês, em Paris, a Riosoft vai apresentar a versão nacional da norma, em português, que significará a certificação de qualidade de processos na área de TIC. “E quando você faz uma norma brasileira e tem um maior conhecimento, isso é importante, porque nos coloca na liderança do processo”, disse.

Para Paret, a norma vai fortalecer as micro empresas brasileiras, além de prepará-las para o mercado internacional. “Todos os esforços que você faz para melhorar os processos e a qualidade desses processos melhoram também os produtos. E, com isso, fortalecem principalmente essa pequena indústria”. Com informações da Agência Brasil.

 Fonte: http://www.tiinside.com.br/05/05/2011/acordo-entre-brasil-e-canada-favorece-empresas-de-ti/ti/223138/news.aspx

Anúncios
Categorias:Tecnologia